terça-feira, 23 de agosto de 2011

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: DESCOBRINDO O FOLCLORE BRASILEIRO


Maria de Jesus F. de Souza[1][1]

Disciplina
Língua Portuguesa

Turma
1º ao 5º ano

Objetivos
  • Avançar no conhecimento da linguagem escrita e do sistema;
  • Descobrir as principais manifestações folclóricas do nosso país;
  • Levar os alunos a pesquisar as características, a importância e a influência do Folclore Brasileiro;
  • Refletir a cerca dos conceitos de Sujeito e Predicado, a partir da produção textual;
  • Desenvolver o texto narrativo;
  • Usar recursos coesivos tais como pontuação, pronomes e relação entre parágrafos;
  • Organizar uma exposição com o tema: “Faço parte do Folclore Brasileiro”.

Conteúdos
  • Leitura;
  • Produção Textual.

Tempo estimado: 6 aulas

Material necessário:
Trava-línguas, festas e danças, parlendas, brinquedos e brincadeiras, canções, algumas lendas, medicina popular, receitas, provérbios e adivinhações.

Desenvolvimento:
  • 1ª Etapa
Objetivo: Identificar o conhecimento prévio da turma, para poder introduzir o histórico referente à origem do Folclore Brasileiro.
Procedimento:
            O professor escolhe um meio bem instigante de contar para os alunos sobre a Origem do Folclore Brasileiro, a partir disso faz uma roda de leitura de diversas lendas, a fim de identificar o conhecimento cognitivo e epistemológico dos alunos.

 2ª Etapa
Objetivo: Pesquisar adivinhações em livrinhos na sala de aula e medicina popular extraclasse.
Procedimento:
            Exposição de algumas adivinhas em cartaz, para que os alunos a identifique como pertencente ao Folclore Brasileiro e entrega de livrinhos para que os alunos, em equipe, pesquisem e escolham algumas para perguntar aos amigos da sala de aula. Como atividade para casa, proponha que os alunos perguntem aos pais sobre medicina popular, a partir do conceito.

3ª Etapa
Objetivo: Empregar a pontuação adequada em frases e textos narrativos, a partir do estudo de parlendas e trava-línguas.
Procedimento:
            Questione se os alunos sabem o que é parlenda, a partir de brincadeira na sala de aula. Exemplo: O professor esconde na sala o conceito de parlenda e escreve na lousa: O que é parlenda? Daí pede que os alunos encontrem a resposta em algum lugar na sala, quem encontrar ganha um pirulito e 1 ponto para nota. Em seguida expõe e/ou conta para os alunos algumas parlendas. Como tarefa para casa anota trava-línguas para que eles treinem para dizer na próxima aula.

4ª Etapa
Objetivo: Produzir um texto narrativo com a temática “Faço parte do Folclore Brasileiro”.
Procedimento:                                                                                                                 Inicie a aula com fantoches dizendo provérbios e em seguida realize um debate referente a todas as características do folclore que foram estudadas durante a semana. Reforce para os alunos sobre a importância de fazer um rascunho antes de entregar o texto, não se esquecendo de evitar repetições e parágrafos muito grandes sem pontuação. Na atividade para casa, pesquisar uma receita culinária.

5ª Etapa
Objetivo: Reescrever o texto produzido, analisando o emprego adequado da coerência e coesão.
Procedimento:
            Os alunos, com o seu texto em mãos, farão a troca com o texto do colega para a correção do texto produzido na aula passada para que haja a interação entre os alunos e intervenção do professor no que for necessário.

Produto final: Exposição do Mural “Faço parte do Folclore Brasileiro”.
            Todas as pesquisas, produções e trabalhos em grupo devem ser expostos no mural da turma. Além disso, os alunos podem estar caracterizados de algum personagem, fazer perguntas para quem for visitá-lo ou apresentar uma lenda com fantoches.

Avaliação:
Durante todo o projeto, observe se os alunos apresentam preferência por alguma tradição folclórica, em específico, e se opinam sobre as atividades. Na hora da escrita, analise se confrontam as concepções sobre o sistema de escrita e se avançaram em relação ao emprego adequado de parágrafos, pronomes e pontuação no texto narrativo.






[1][1] Supervisora das turmas de série da Escola Municipal José Basílio da Silva em Gameleira-PE. Graduada em Letras e estudante de Especialização em Língua Portuguesa na FAMASUL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário