terça-feira, 14 de junho de 2011

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Arte de Produzir Conhecimentos com Poemas

Maria de Jesus F. de Souza[1][1]

Disciplina
Língua Portuguesa

Turma
1º  ao 5º ano

Objetivos
  • Avançar no conhecimento da linguagem escrita e do sistema;
  • Aproximar os alunos de autores contemporâneos e clássicos a partir da leitura do Gênero Textual Poema.

Conteúdos
  • Leitura;
  • Escrita.

Tempo estimado: 12 aulas

Material necessário:
Poemas como Convite (José Paulo Paes), Coisas Esquisitas (Elias José), Caixa Mágica de Surpresa (Elias José), Nome é Nome (José Paulo Paes), Dia de Festa (Sidônio Muralha) e Atenção Detetive (José Paulo Paes).


Desenvolvimento:
  • 1ª Etapa
Objetivo: Identificar o conhecimento prévio da turma, para poder introduzir o gênero textual Poema.
            O professor escolhe um poema bem instigante e conta para os alunos na sala, a partir dele faz um debate referente à interpretação oral do texto e questiona sobre o gênero textual, a fim de identificar o conhecimento epistemológico e cognitivo dos alunos, no que se refere ao gênero do texto.
TEXTO 1



CONVITE
            José Paulo Paes

Poesia
é brincar com palavras
como se brinca
com bola, papagaio, pião.

Só que
bola, papagaio,pião
de tanto brincar
se gastam.

As palavras não:
quanto mais se brinca
com elas
mais novas ficam.

Como a água do rio
que é água sempre nova.

Como cada dia
que é sempre um novo dia.

Vamos brincar de poesia?






Observação: Nesse primeiro momento, o professor deve ressaltar a importância da leitura deleite, pois será uma motivação para a turma perceber que o professor é um leitor assíduo.


.2ª Etapa
Objetivo: Analisar a linguagem do texto e a sua função poética.
            Exposição do texto no cartaz (por exemplo: Dia de Festa de Sidônio Muralha) ou entrega o texto mimeografado para os alunos.                                                     O professor realiza a leitura em voz alta e depois ler junto com os alunos. Em seguida, faz Roda de conversa sobre as informações presentes no texto.
TEXTO 2



Dia de Festa
            Sidônio Muralha

A floresta
acordada
pela madrugada
de um dia
de festa
abria
a saia rodada
e a madrugada
sorria
sorria à floresta
na madrugada da festa.

A alegria
estava lá
a poesia
estava lá,
mas onde estava a alegria
mas onde estava a poesia
só sabia
o sabiá.

Só o sabiá
sabia
sabia
o que havia
- era um sábio o sabiá.
Dono
do dia
da festa
e dono
da madrugada
só por ele a floresta
despertada
do seu sono
abria
a saia rodada.

E tudo o que lá
havia,
e tudo que havia
lá,
que se chamasse alegria
que se chamasse poesia
só sabia
o sabiá.
Ouçam como ele assobia,
assobia
o sabiá.




3ª Etapa
Objetivo: Conceituar versos e estrofes a partir do estudo da estrutura do texto poético – poema.
Ainda sobre o texto da aula anterior: o professor dará uma Aula Expositiva sobre a estrutura do poema em estudo, destacando os versos e as estrofes que constituem o poema. Isso pode ser de início oralmente e depois por escrito para fixação.


Poema
            Um poema é uma obra literária apresentada geralmente em verso e estrofes. Efetivamente, existe uma diferença entre poesia e poema. Este último, segundo vários autores, é uma obra em verso com características poéticas. Ou seja, enquanto que o poema é um objeto literário com existência material concreta, a poesia tem um caráter imaterial e transcendente.                        Fortemente relacionado com a música, beleza e arte a poesia tem as suas raízes históricas nas letras de acompanhamento de peças musicais. Até a Idade Média, a poesia era cantada. Só depois o texto foi separado do acompanhamento musical. Tal como na música, o ritmo tem uma grande importância.                         Um poema também faz parte de um sarau (reuniões em casas particulares para expressar artes, canções, poemas, poesias etc).
Observação: No texto acima temos muita teoria literária. Dessa forma, o professor pode se adequar a turma para expor as características textuais do poema.

4ª Etapa
Objetivo: Debater sobre a utilização de rimas nos poemas.
Ainda com o mesmo texto o professor poderá fazer uma análise crítica com seus alunos se no poema estudado apresenta rima. Caso haja debater sobre sua estrutura e se não houver comentar sobre os tipos de poemas contemporâneos que não seguem a métrica de rimas. Atividades, escritas, com palavras que possuem o mesmo som podem ser desenvolvidas nesse momento.
Exemplos: coração – canção       amizade – felicidade          lia – dia

5ª Etapa
Objetivo: Constatar a dificuldade que cada aluno apresenta ao produzir um poema, por escrito.
            O professor irá apresentar uma imagem ilustrativa instigante, fará uma leitura pausada com os alunos e pedirá que eles produzam um poema de forma livre, porém não desconsiderando o que foi estudado durante a semana.                     Caso, o professor identificar que a turma não está pronta para produzir um poema, pode fazer a seguinte atividade:


Caixa Mágica de Surpresa
                                   Elias José
Um livro
É uma beleza,
É caixa mágica
só de surpresa.

Um livro
parece mudo,
mas nele a gente
descobre tudo.

Um livro
tem asas
longas e leves
que, de repente,
levam a gente
longe, longe.

Um livro
É parque de diversões
cheio de sonhos coloridos,
cheio de doces sortidos,
cheio de luzes e balões.

Um livro
É uma floresta
com folhas e flores
e bichos e cores.

É mesmo uma festa,
um baú de feiticeiro,
um navio pirata no mar,
um foguete perdido no ar,
É amigo e companheiro.



Observação:As palavras que estão sublinhadas, você pode retirá-las e pedir que os alunos complete os espaços com palavras que rimem.

6ª Etapa
Objetivo: Assegurar o acesso a outros textos pertencentes ao mesmo gênero.
            O professor irá levar vários poemas e pedirá para que os alunos façam o mesmo. Dividirá a turma em grupos e pedirá que eles escolham um poema para analisar: a linguagem, a função, os versos, as rimas e estrofes. Isso será para apresentação na sala de aula.

7ª Etapa
Objetivo: Estimular a prática da leitura de poemas, a partir do estímulo da caixa de textos e/ou mural.
            Confeccionar a caixa de textos ou um mural de poemas para que os alunos tenham maior contato com o gênero textual em estudo.
8ª Etapa
Objetivo: Identificar a interação dos alunos com os próprios textos produzidos.
            Selecionar um poema da caixa de textos ou mural para ser estudado com os alunos e pedir para que os alunos comparem com o texto que eles produziram na semana passada.                                                                                                                    Caso eles não tenha feito a produção, na semana passada, pode-se fazer hoje. Assim, para dar suporte o professor faz a leitura deleite do seguinte texto:



COISAS ESQUISITAS
                                   Elias José

“Eu vi a barata na careca do vovô.
Assim que ela me viu,
“Bateu asas e voou”.

Eu vi uma abelha
no nariz da vovó.
A abelha olhou, olhou,
não picou, pois teve dó.

Eu vi a cobra
perto do pé da tia.
A cobra via, mas a tia
não via a cobra, e sorria.

Eu vi um jacaré
deitado na rede.
O bocão não me mordeu
porque era um quadro na parede.



9ª Etapa
Objetivo: Reescrever o texto produzido.
            Os alunos, com o seu texto em mãos, farão a troca com o texto do colega para a correção do texto produzido na semana passada (ou na aula anterior) para que haja a interação entre os alunos e intervenção do professor no que for necessário.

10ª Etapa
Dia da Culminância
            Os alunos fazem a seleção dos textos que farão parte da exposição e sarau, também podem utilizar instrumentos musicais para dinamizar o momento de Culminância.  
Produto final: Galeria de Poemas e Sarau

Avaliação:
Durante todo o projeto, observe se os alunos apresentam preferência por algum poema e/ou autor, se relacionam o que leem com outros poemas e se opinam sobre as obras. Na hora da escrita, analise se confrontam as concepções sobre o sistema de escrita e se avançaram em relação à linguagem e composição do Gênero Textual Poema.




[1][1] Supervisora das turmas de série da Escola Municipal José Basílio da Silva em Gameleira-PE. Graduada em Letras e estudante de Especialização em Língua Portuguesa na FAMASUL.




CONFIRA AS FOTOS DA CULMINÂNCIA:


























































Nenhum comentário:

Postar um comentário